Fazendo Caminho I <$BlogRSDUrl$>

sexta-feira, julho 16, 2004


estendo a mão branca sobre a água
antecipando
invisíveis sulcos na superfície lisa.

a tarde corre mansamente
como se todas as palavras tivessem sido ditas
e a eternidade envolve devagar
a nostalgia dos traços que componho.

falta sombra.
falta sombra no país onde tu moras.


Fernanda Barreto (inédito)

Comments:
<$BlogCommentBody$>
<$BlogCommentDeleteIcon$>

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

on-line