Fazendo Caminho I <$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, novembro 27, 2003



Eu naveguei pelo interior de um longo rio humano
de tempos diversos onde também há sangue vegetal,
buscando o que acabei por encontrar - a imensa
angústia que se reparte.

Sobre isso escrevo.

Mas cuidado: a música da palavra é um casulo de
seda. Só dobando-o com olhos atentos se chega à
verdade - a solidão ansiosa e disponível.

No entanto, que cada um faça a sua leitura.


Glória de Sant'Anna


_________________________________________________________________________________



O GÉNERO

Cada vez mais me envaidece
a honra imerecida de pertencer
à maioria em que me
confinam.

Patético cidadão chateado
recopio a rigor
o género Zé Craveirinha.

José Craveirinha
____________________________________________

Comments:
<$BlogCommentBody$>
<$BlogCommentDeleteIcon$>

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

on-line