Fazendo Caminho I <$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, novembro 27, 2003



CIRCULAMOS EMBOLSADOS


Circulamos embolsados
em automóveis de luxo

Nas portas surdas
os fechos
são linhas a níquel a traçar o limite
dos peões ocasionais

O espaldar desune
anula o solavanco
reduz a área exposta

Esguichos lavam
pára-brisas que a gargalhada abaula
Clareiam as estradas

Só o retrovisor
Lembra o caminho andado
a um olho reflectindo
de quem guia

Trémulo o chassis
pressagia
as roturas
os sulcos dos freios
a divulgação do desastre

Mas real e criada
no bolso de Picasso
uma pomba de bico florido
suja por inocência os tejadilhos.


Sebastião Alba
O Ritmo do Presságio


__________________________________________________________

Comments:
<$BlogCommentBody$>
<$BlogCommentDeleteIcon$>

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

on-line