Fazendo Caminho I <$BlogRSDUrl$>

sábado, outubro 18, 2003






UM POEMA DE SEBASTIÃO ALBA


Ninguém meu amor
ninguém como nós conhece o sol
Podem utilizá-lo nos espelhos
apagar com ele
os barcos de papel dos nossos lagos
podem obrigá-lo a parar
à entrada das casas mais baixas
podem ainda fazer
com que a noite gravite
hoje do mesmo lado
Mas ninguém meu amor
ninguém como nós conhece o sol
Até que o sol degole
o horizonte em que um a um
nos deitam
vendando-nos os olhos.


Sebastião Alba
Uma Pedra ao Lado da Evidência



Sebastião Alba, pseudónimo de Dinis Albano Carneiro Gonçalves, nasceu em Braga em 1940, em 1949 partiu para Moçambique onde viveu até 1983. Nesse ano e seguintes viveu em Braga . Faleceu em 2000.

Comments:
<$BlogCommentBody$>
<$BlogCommentDeleteIcon$>

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

on-line