Fazendo Caminho I <$BlogRSDUrl$>

terça-feira, outubro 28, 2003

A Rainha Sofia de Espanha entrega esta terça-feira, em Madrid, no Palácio Real, o Prémio de Poesia com o seu nome a Sophia de Mello Breyner Andresen.


O Prémio de Poesia Rainha Sofia, da responsabilidade do Património Nacional de Espanha e da Universidade de Salamanca, distingue a poetisa portuguesa "pelo seu valor literário, que constitui um contributo válido para a humanidade".

A poetisa, que não se deslocará a Madrid, é representada pelo seu filho Miguel Sousa Tavares e pelo seu editor, Zeferino Coelho.

Ao longo da sua carreira literária, iniciada em 1944, Sophia, de 83 anos, arrecadou já inúmeros prémios.

"Mar" foi a sua mais recente obra, publicada em 2001 pela Editorial Caminho, que entre 1990 e 1991 compilou toda a sua poesia até aquela data em três volumes - "Obra Poética" I, II e III.


CASA BRANCA

Casa branca em frente ao mar enorme,
Com o teu jardim de areia e flores marinhas
E o teu silêncio intacto em que dorme
O milagre das coisas que eram minhas.
... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .... .... .... .... ...

A ti eu voltarei após o incerto
Calor de tantos gestos recebidos
Passados os tumultos e o deserto
Beijados os fantasmas, percorridos
Os murmúrios da terra indefinida.

Em ti renascerei num mundo meu
E a redenção virá nas tuas linhas
Onde nenhuma coisa se perdeu
Do milagre das coisas que eram minhas.


Sophia de Mello Breyner Andresen

___________________________________

"Sinfonia em Branco", da brasileira Adriana Lisboa, é a obra distinguida este ano com o prémio José Saramago.

___________________________________

Comments:
<$BlogCommentBody$>
<$BlogCommentDeleteIcon$>

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

on-line