Fazendo Caminho I <$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, outubro 16, 2003





FUMINHO



Uma ténue lembrança de verde,
emaranhado de copas onduladas
de mistérios densos por entre a mata,
Uma ténue lembrança de céu azul
de capim seco,
de cheiro a mato,
Uma ténue lembrança,
um fino e longo fio,
um fuminho de fogueira
que se esvai sem eu querer,
minha paisagem perdida no tempo,
minha para sempre,
aqui te pinto de mil aguarelas,
verdes, amarelas, douradas, vermelhas.
Abraça-me nos teus odores.




Comments:
<$BlogCommentBody$>
<$BlogCommentDeleteIcon$>

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

on-line